Composição


Efetivos

Isabel Maria Perdigão Camarinha

Indicado pela Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN)

Secretária-Geral da CGTP-IN


Membro da Direção do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços de Lisboa - CESL e da sua Comissão Executiva de 1991 a 1998 e, depois, da Direção Nacional do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços de Portugal — CESP, desde a sua constituição em 1998 Coordenadora da Direção Regional de Lisboa do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços de Portugal — CESP de 2009 a 2016
Membro da Direção da União de Sindicatos de Lisboa — USL — de 2009 a 2019 e da sua Comisso Executiva de 2009 a 2016
Presidente da Direção Nacional do Sindicato dos Trabalhadores do Comércio, Escritório e Serviços de Portugal — CESP de 2016 a 2020
Coordenadora da Direção Nacional da Federação Portuguesa dos Sindicatos de Comércio, Escritórios e Serviços — FEPCES, de 2016 a 2020
Membro da Comissão Executiva do Conselho Nacional da CGTP-IN no mandato 2016/2020
Eleita Secretária-Geral pelo Conselho Nacional eleito no XIV Congresso da CGTP-IN, realizado em 14 e 15 de Fevereiro de 2020
Trabalhadora do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Administração Local e Regional, Empresas Públicas, Concessionárias e Afins - STAL


João Fernando Freitas Torres

Indicado pela Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN)

Membro da Comissão Executiva e do Secretariado do Conselho Nacional da CGTP-IN

Suplentes

Carlos Manuel Alves Trindade

Indicado pela Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses, Intersindical Nacional (CGTP-IN)

Membro da Comissão Executiva e do Secretariado do Conselho Nacional da CGTP-IN

Ana Isabel Lopes Pires

Indicada pela Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses - Intersindical Nacional (CGTP-IN)

Membro da Comissão Executiva e do Conselho Nacional da CGTP-IN

Efetivos

Carlos Manuel Simões da Silva

Indicado pela União Geral de Trabalhadores (UGT)

Secretário-Geral da UGT


Nota Biográfica

Licenciado em Estudos Europeus;
Frequência da Pós-Graduação em Estudos Europeus na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Atividade Sindical


  • Secretário Geral da UGT – União Geral de Trabalhadores, desde 21/04/2013;
  • Vice Presidente do CES (Conselho Económico e Social);
  • Membro do Comité Económico e Social Europeu (CESE), desde 21/09/15;
  • Presidente da MAG/CG do SBC, desde 11/05/2015;
  • Membro do Conselho de Fundadores da Fundação Res Publica;
  • Vice Presidente da CPCS (Comissão Permanente de Concertação Social);
  • Membro do Conselho Geral da Fundação INATEL;
  • Membro do Conselho de Administração do IEFP;
  • Membro do Conselho de Administração do CEFOSAP;
  • Foi Secretário Geral da FEBASE - Federação do Sector Financeiro, desde 12/05/2010 até 31/06/2011;
  • Foi Membro do Comité Executivo Mundial da UNI – United Network International UNIGlobalUnion;
  • Foi Presidente da Direção do SBC desde 15/03/2007 até 11/05/2015;
  • Foi Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Fundo Social dos Trabalhadores do Banco Espírito Santo;
  • Foi Coordenador do Conselho Europeu de Empresa do Grupo Banco Espírito Santo, entre 2003 e 2007;
  • Foi Coordenador do Grupo Especial de Negociação para a criação do Conselho Europeu de Empresa do Grupo Banco Espírito Santo, entre 2001 e 2003;
  • Foi Membro da Comissão Nacional de Trabalhadores do Banco Espírito Santo, entre 1996 e 1998 e entre 2000 e 2003;
  • Foi Membro da Direção do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, entre 1997 e 2000.


Atividade Profissional:

Bancário no Novo Banco do Avelar


Atividade Política:

  • É Presidente da Assembleia Municipal de Figueiró dos Vinhos;
  • É membro da Comissão Nacional e da Comissão Política Nacional do PS;
  • É Presidente da TSS da UGT e do PS.

Lucinda Manuela de Freitas Dâmaso

Indicada pela UGT - União Geral de Trabalhadores

Presidente da UGT - União Geral de Trabalhadores


Nota Biográfica

Professora do Ensino Secundário do grupo 340, do Quadro na Escola Secundária Aurélia de Sousa - Porto

Atividade sindical

- Presidente da UGT – União Geral dos Trabalhadores desde o ano de 2013

- Membro da Direção do SPZN – Sindicato dos Professores da Zona Norte desde o ano de 1998

- Presidente da Direção do SPZN – Sindicato dos Professores da Zona Norte desde o ano de 2013

- Vice Secretária Geral da FNE – Federação Nacional da Educação desde o ano de 2010

- Vice Secretária Geral da FESAP – Federação de Sindicatos da Administração Pública desde o ano de 2016

 

Outros cargos e funções exercidos

- Membro Efetivo do CES – Conselho Económico e Social, em representação da UGT - União Geral dos Trabalhadores desde o ano de 2013

- Membro efetivo da CPCS – Comissão permanente da Concertação Social, em representação da UGT - União Geral dos Trabalhadores desde o ano de 2013

- Membro efetivo da CEPES – Comissão Especializada Permanente de Politica Económica e Social, em representação da UGT - União Geral dos Trabalhadores desde o ano de 2013

Suplentes

Ana Paula Mata Bernardo

Indicada pela União Geral de Trabalhadores (UGT)

Secretária-Geral Adjunta da UGT


Nota Biográfica

É Licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG).

É Secretária-Geral Adjunta da União Geral de Trabalhadores desde Abril 2009, estando no seu segundo mandato. Atualmente é responsável pelas áreas da política económica e emprego.

Membro da Comissão Permanente de Concertação Social (CPCS) desde 2004 - Acompanhamento do diálogo social em geral, tendo participado na discussão de vários acordos tripartidos em CPCS.

Membro do Conselho Superior de Estatística.

Representante da UGT em vários Comités e Grupos de Trabalho da Confederação Europeia de Sindicatos e da Comissão Europeia, nomeadamente no quadro do diálogo social europeu.

Curso de Auditores de Defesa Nacional (2008/2009).

José Manuel da Luz Cordeiro

Indicado pela União Geral de Trabalhadores (UGT)

Secretário Geral Adjunto da UGT


Nota Biográfica

Doutorando em Filosofia Moral e Política, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa; Mestre em História Cultural e Política, pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Licenciatura em Filosofia-(Variante de História das Ideias), na FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Frequência do curso de Direito - Universidade Autónoma “Luís de Camões”.

Atividade Sindical na União Geral de Trabalhadores:
- Abril 2004 a set. 2010 – UGT / Secretário Permanente/Executivo
- Abril de 2016 a set. 2018 - UGT / Secretário Executivo
- Desde set. de 2018 - UGT / Secretário-geral Adjunto
Outras funções sindicais atuais:
- Membro do Secretariado Nacional FNE;
- Dirigente do SPDGL-VT.
Atividades Profissionais desempenhadas:
- Professor de Filosofia das Ciências– Professor Convidado - ISIG- Lisboa; - Docente de Filosofia PQND na Esc. Sec. Eça de Queiroz – Lisboa; SEE - Técnico Especialista Junto do Secretário de Estado do Emprego entre Fev- 2013 e Dez 2015; OIT / Escritório de Lisboa – Gestor de Programas de 2016 - 2017. Direção Geral de Geologia e Minas, 1988-1990; Investigador do Centro de História da Cultura - UNL - Revistas e Ideias / FCT/FCSH-UNL desde 1998.
Atividade Sindical, Social e Política :
Diversos Conselhos e Comissões nacionais e estrangeiras nomeadamente:
- CIT da OIT/Genebra; Comité da Livre Circulação de Trabalhadores/UE; Centro Europeu para o Desenvolvimento da Formação Profissional (CEDEFOP)/UE; Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho/UE; Comité Europeu de Segurança e Saúde no Trabalho/UE; COCAI/ACM; (Ex. ACIME); CICDR/ACM; CNE; CA-IEFP; CA-CEFOSAP ; CG da Fundação INATEL; CC da Fundação INATEL; ANQEP; POCTI ; POCI; POCH; POISE; CES; CPCS; ACT/CCPSST; CNAmbiente; ANFOP – Associação Nacional de Formação de Professores…
Atividades em voluntariado:
- Membro da Direção Nacional da Cáritas Portuguesa;- Membro da Comissão Nacional Justiça e Paz;- Membro da Equipa Nacional da Pastoral Penitenciária de Portugal; e Presidente da direção da PROFCOOP- Cooperativa de Habitação de Professores.

Bibliografia:-"Filosofia e Política da Educação em João Crisóstomo do Couto e Melo (1778-1838)", Lisboa 2002, BN, Depósito Legal;- “Da constante rectificação mental : III Série da Nação Portuguesa (1924-1926)”, Promontoria-Revista, Departamento de História, Arqueologia e Património da Universidade do Algarve, anos 9 n.9, 2011;- “Integralismo Lusitano: Filosofia e Política de acção também regional e local.”, Promontoria-Revista, Departamento de História, Arqueologia e Património da Universidade do Algarve, anos 7/8, 2009/2010;- “Nação Portuguesa 1914-1916 – Que Integralismo Lusitano?” Revista Cultura-Revista de História e Teoria das Ideias, (O Tempo das Revistas) vol. 26/2009, II Série.- "Integralismo, Nacionalismo ou Integrismo Lusitano?", in Revista Portuguesa de Ciência Política, Observatório Político, 2011;- Recensões na Revista “As Faces de Eva – Estudos sobre a Mulher” n.º 1, 2 e 3, realizada sobre o patrocínio da FCT-Fundação para a Ciência e Tecnologia e Instituto Português do Livro e das Bibliotecas, e do Instituto Pluridisciplinar de História das Ideias, da F.C.S.H. da Universidade Nova de Lisboa;“O Movimento sindical e a complexidade do fenómeno Migratório”- 2008, in Migrações–Revista do Observatório da Imigração, nº 2, 2008;“Desemprego/Emprego”- 2013, in Revista Cáritas, nº2; Revista “Nação Portuguesa” - 1914-1938, Edição/publicação-multimédia, em co-autoria, séries 1 a 10 (ongoing); -“Reflexão sobre a recuperação económica - as expectativas, as políticas públicas e o enquadramento internacional”- Publicações do Conselho Económico e Social/2020 – no Prelo.

Efetivos

António Manuel Frade Saraiva

Indicado pela Confederação Empresarial de Portugal (CIP)

Presidente da CIP


Nota Biográfica

Diretor da Metalúrgica Luso-Italiana desde 1989 e Administrador a partir de 1992, adquiriu a empresa ao Grupo Mello em 1996, sendo atualmente Presidente do Conselho de Administração.

Começou a sua carreira na Lisnave, aos 17 anos.

Completou o Curso da Escola Industrial e frequentou o Instituto Superior Técnico.

Membro da Direção da Associação dos Industriais Metalúrgicos, Metalomecânicos de Afins de Portugal (AIMMAP), de 2001 a 2003, Vice-Presidente de 2004 a 2006 e Presidente de 2007 a 2009.

Membro da Direção da CIP – Confederação da Indústria Portuguesa de 2004 a 2006 e Vice-Presidente de 2007 a 2009.

Presidente da CIP – Confederação da Indústria Portuguesa de Janeiro de 2010 a Janeiro de 2011, altura em que foi eleito Presidente do Conselho Geral e da Direção da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, organização associativa empresarial de cúpula que resulta da integração das componentes institucionais da AEP e da AIP e das Câmaras de Comércio e Indústria na CIP.

Presidente do Conselho Geral da ELO – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Económico e a Cooperação desde 2014

Vogal do Conselho Estratégico da SOFID – Sociedade para o Financiamento do Desenvolvimento, SA, desde 2014

Membro do Conselho Consultivo da ATEC – Associação de Formação para a Indústria desde 2014

Membro do Conselho de Escola do ISCSP

Membro do Conselho de Curadores do ISCTE

Membro do Conselho Superior da PASC – Plataforma de Associações da Sociedade Civil – Casa da Cidadania

Suplentes

Gregório da Rocha Novo

Indicado pela Confederação Empresarial de Portugal (CIP)


Nota Biográfica
  • Licenciatura em Direito.
  • Técnico Especialista na Área Jurídica e Sócio Laboral da CIP (1974-2002).
  • Responsável pela Área Jurídica e Sócio Laboral da CIP desde 2002.
  • Advogado, com especialização na Área do Direito Laboral e Negociação Coletiva.
  • Consultor jurídico de empresas nas vertentes laboral e comercial.
  • Membro de órgãos estatutários de Empresas e Associações.
  • Negociador de convenções coletivas.
  • Mediador na área das relações comerciais.
  • Perito empregador à CIT (OIT) (1981-2000).
  • Conferencista em iniciativas na área jurídica e sócio laboral.
  • Vice-Presidente do Conselho Geral da CIP.


Efetivos

João Manuel Lança Vieira Lopes

Indicado pela Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP)

Presidente da Direção da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP)


Nota Biográfica

Percurso Profissional:

Iniciou a sua actividade na Nielsen (estudos de mercado). Desempenhou cargos de Direcção e Administração na indústria de produtos de grande consumo em empresas como a Compal, Nabisco, Benckiser e Knorr. Nos últimos 25 anos, esteve no Comércio Alimentar, como Administrador/Director Geral de várias empresas. Desde 2005 é  Administrador/Director Geral da central de compras Unimark que agrupa 25 PMEs, grossistas e retalhistas independentes.

Actividade Associativa:

É Presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) desde 2010. A CCP integra mais de uma centena de entidades associativas empresariais. Através das suas associações do comércio, dos serviços e regionais representa próximo de 200 000 mil empresas, sendo membro da Comissão Permanente da Concertação Social (CPCS) e do Conselho Económico e social (CES).

Preside igualmente à Direcção da Associação dos Distribuidores de Produtos Alimentares (ADIPA), desde 2011. A ADIPA engloba o sector grossista  e na sua divisão retalhista o comércio de proximidade (PME).

Formação Académica: 

Engenharia Eletrotécnica

Suplentes

Ana Cristina Coelho Vieira

Indicado pela Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP)


Secretária Geral da CCP

Efetivos

Eduardo Manuel Drummond de Oliveira e Sousa

Indicado pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP)

Presidente da Direção da CAP desde 19 de abril de 2017.


Nota Biográfica

É licenciado em Engenharia Agronómica pelo Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa, tendo participado no PAGE 30, Programa Avançado de Gestão para Executivos, lecionado pela Universidade Católica Portuguesa.

Foi Diretor Agrícola na Estação Zootécnica Nacional (1979-1983), Professor Assistente de Agricultura Geral e Máquinas Agrícolas, e Pastagens e Forragens na Escola Superior Agrária de Santarém (1981-1984) e Diretor Agrícola da primeira fábrica de Açúcar instalada no continente, SUCRAL (1986-1989).

Durante três décadas (1983-2013) foi o Representante do Estado e Diretor Executivo da Associação de Regantes do Vale do Sorraia, organismo responsável pela Obra de Rega do Vale do Sorraia, que beneficia 15.000 hectares de terras no Alentejo e Ribatejo.

Possui um longo percurso de dedicação ao movimento associativo agrícola, de que se destaca a atividade de Membro Fundador da Associação de Produtores Florestais de Coruche e da Sociedade Portuguesa de Pastagens e Forragens, Presidente da Direção da ANPC – Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade e Produtores de Caça (1994-2014), sendo hoje em dia Presidente da sua Assembleia Geral e fundador da Associação de Jovens Agricultores de Coruche e Vale do Sorraia.

Tem desenvolvido desde estudante a atividade de Empresário Agrícola e Florestal no Ribatejo.

Atualmente é Presidente da Direção da Confederação dos Agricultores de Portugal, cargo que ocupa desde 19 de abril de 2017, tendo sido anteriormente seu Vice-Presidente (2005-2008). Ao serviço da Confederação dos Agricultores de Portugal tem levado a efeito tarefa de defender e representar a agricultura e os agricultores que desenvolvem a sua atividade em Portugal, perante todas as autoridades portuguesas e instâncias comunitárias e internacionais.


Suplentes

Cristina Isabel Jubert de Nagy Morais
Indicado pela Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP)


Nota Biográfica

É licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, Pós Graduada em Estudos Europeus pelo Instituto Europeu da Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, Pós Graduada em Direito do Ambiente pelo Centro de Estudos Judiciários e concluiu o Programa de Desenvolvimento em Gestão e Soft Skills, ministrado pelo ISEG (Executive Education).

É advogada e desempenha desde 2002 as funções de Chefe do Gabinete da Direção da Confederação dos Agricultores de Portugal.

Recentemente desempenhou funções de coordenação do Projeto Trasnacional “FAYP – Promover a Agricultura entre os Jovens”, que envolveu uma entidade italiana especialista em questões laborais e sociais, bem como parceiros agrícolas italianos, espanhóis e gregos a par da própria CAP.

Possui um longo percurso profissional ao serviço da Confederação dos Agricultores de Portugal, tendo já colaborado nas seguintes áreas: Política Agrícola Comum, Fiscalidade, Ambiente e Água e Desenvolvimento Rural, mas é a área de trabalho, emprego e social que mais a tem ocupado nos últimos anos, de que se pode destacar a participação assídua na Comissão Permanente de Concertação Social em representação da CAP, no GEOPA – Grupo de Empregadores das Organizações Profissionais Agrícolas da U.E., com sede em Bruxelas e também na Organização Internacional do Trabalho.

É membro do Tribunal Arbitral do CES, na qualidade de Árbitro dos Empregadores, desde 2011.

Efetivos

Francisco Maria Malheiro Calheiros e Menezes

Indicado pela Confederação do Turismo Português (CTP)

Presidente da CTP


Nota Biográfica

Licenciado em Gestão e Administração de Empresas pela Universidade Católica Portuguesa.

No seu currículo soma mais de 20 anos de experiência no setor do Turismo, tendo sido inclusivamente condecorado, pelo então Primeiro-ministro António Guterres, com a Medalha de Mérito Turístico e, pelo então Presidente da República Jorge Sampaio, com a Comenda de Mérito Comercial.

O seu percurso é, desde cedo, marcado por uma forte e ativa participação associativa, tendo sido representante de Portugal na ECTAA - Associação Europeia das Associações de Agentes de Viagens e Tour Operadores, entre 1995 e 2008, da qual foi Presidente durante 3 anos.

Enquanto gestor, desempenhou cargos de anta direcção no Grupo Espírito Santo Viagens e na Springwater Capital, accionista de referência de um dos maiores grupos de turismo da Península Ibérica. Springwater Tourism Group. Macrotur, Poligrupo e Sonicel são outras empresas por onde passou.

Desde 2004 que é o Presidente da Assembleia-Geral da APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens, cargo que já tinha desempenhado entre 2000 e 2001, dando continuidade ao seu percurso nesta associação da qual foi Vice-presidente em dois mandatos. Integra ainda os Órgãos Sociais da CTP - Confederação do Turismo Português há já alguns anos, tendo assumido a presidência da mesma em Maio de 2012, renovado o mandato em Março de 2015.

A participação associativa não se limita à área do turismo estendendo-se igualmente a outras, integrando por exemplo, a Associação de Antigos Alunos da Universidade Católica Portuguesa, da qual assumiu a presidência entre 2004 e 2013, e o Conselho Leonino do Sporting Clube de Portugal, clube do seu coração, até 2013.

Suplentes

Nuno Alexandre da Silva Bernardo

Indicado pela CTP - Confederação do Turismo Português


Nota Biográfica

Jurista, atualmente Vogal da Comissão Executiva da CTP, coordena a área do Diálogo Social e das Relações Laborais em estreita ligação com o âmbito da CPCS - Comissão Permanente de Concertação Social e do CES – Conselho Económico e Social.

É Licenciado em Direito possuindo ainda duas Pós-Graduações em Direito do Trabalho, no âmbito do Instituto do Direito do Trabalho da Faculdade de Direito de Lisboa, tendo igualmente iniciado também na Faculdade de Direito de Lisboa, e com aproveitamento na componente escolar (1.ª Fase), o Mestrado em Ciências Jurídicas (pré-Bolonha). Destaca-se também, a conclusão do Programa Avançado de Gestão para o Turismo (PAGETUR) conferido pela Católica Lisbon School of Business & Economics.

Foi Director de Recursos Humanos num Grupo Hoteleiro nacional (SANA Hotels) e tem mais de 12 anos de experiência profissional no âmbito das relações laborais. 

Participa regularmente nas Conferências da OIT - Organização Internacional do Trabalho, fazendo parte da Delegação de Empregadores nacionais, tendo igualmente integrado o Comité de Redacção da “Declaração de Oslo” por ocasião da 9ª Reunião Regional Europeia da OIT. 

Representa ainda a sua Confederação em vários organismos nacionais do âmbito das relações laborais, como por exemplo o Centro de Relações Laborais e o Conselho de Gestão do Fundo de Compensação do Trabalho, bem como, em Comités Especializados junto da Comissão Europeia, fazendo ainda parte do Conselho de Administração do IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional.

É Árbitro da lista de árbitros de Empregadores do Conselho Económico e Social (CES), designadamente, para efeitos de realização de arbitragem de serviços mínimos em caso de greve.

É Associado da APODIT - Associação Portuguesa Direito do Trabalho e da AJJ – Associação de Jovens Juslaboralistas.

Imprimir

  Efetivos Suplentes
Governo

Primeiro Ministro
Ministro das Finanças
Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (Presidente, por delegação de competências)
Ministro da Economia
Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural

Organizações Sindicais

CGTP - Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses Intersindical

Isabel Maria Camarinha
João Torres

Carlos Trindade
Ana Isabel Pires

UGT - União Geral de Trabalhadores

Carlos Manuel Simões da Silva
Lucinda Manuela de Freitas Dâmaso

Paula Bernardo
José Manuel da Luz Cordeiro

Organizações Empresariais

CIP - Confederação Empresarial de Portugal

António Saraiva

Gregório da Rocha Novo

CCP - Confederação do Comércio e Serviços de Portugal

João Vieira Lopes

Ana Cristina Vieira

CAP - Confederação dos Agricultores de Portugal

Eduardo Oliveira e Sousa

Cristina Nagy Morais

CTP - Confederação do Turismo Português

Francisco Calheiros

Nuno Bernardo

Imprimir